Translate

quinta-feira, 27 de abril de 2017

NA CAIXA, MENOS EMPREGADOS E MAIS SUFOCO!

 
O que 2017 tem trazido até agora para os empregados da Caixa? De bom, NADA.           

Começamos o ano com um PDVE que reduziu ainda mais a quantidade de funcionários da Empresa – e a direção da Caixa já deixou claro que não haverá reposição dessas vagas. Mas por outro lado o volume de trabalho só aumentou, especialmente após a liberação dos saques das contas inativas do FGTS. Em português claro, o governo ilegítimo do Usurpador “Fora Temer” quer “fazer um agradinho” aos trabalhadores com a liberação do FGTS e os empregados da Caixa pagam a conta, trabalhando aos sábados e se esfalfando pra atender uma quantidade enorme de gente a semana inteira!
 
E qual o “reconhecimento” com que a Caixa retribui a dedicação de seus empregados? Só mais descaso e ataques: uma “2ª parcela da PLR” que mais parece ajuda de custo ou Bolsa Família (“resultado” de um fechamento de balanço ultra mal explicado) e a cruel e desastrada tentativa de aumentar a mensalidade do Saúde Caixa!
 
Pra piorar ainda mais o que já estava ruim, a FUNCEF não atualiza o valor do saldo das contas do Novo Plano desde janeiro de 2017, porque seu investimento na Eldorado está na mira da Polícia Federal (na chamada Operação Greenfield, que investiga investimentos suspeitos e danosos dos fundos de pensão). Resultado: os colegas que saíram no PDVE e querem resgatar o saldo do Novo Plano não conseguem fazer o resgate, pois os resgates estão SUSPENSOS SEM PREVISÃO!
 
Nada disso é à toa ou “fato isolado”. Claramente, a administração Gilberto Occhi está fazendo o mesmo que as diretorias do BB e da Petrobrás: enfraquecendo as estatais por dentro para permitir sua privatização!
 
Numa situação dessas, não podemos ter um “Sindiquieto” como estamos vendo aqui no Rio. Não basta chamar “plenárias” sem poder de deliberação: precisamos deflagrar uma campanha massiva de defesa da Caixa e dos direitos dos empregados, contra os ataques e a ameaça de privatização.
 
Nós da UNIDADE CLASSISTA fazemos um chamado a todas e todos os colegas da Caixa à luta contra a exploração dos empregados e o desmonte da Caixa. Para isso, é preciso que o Sindicato convoque urgentemente uma assembleia específica da Caixa onde possamos decidir os rumos da luta de resistência.

Assembleia específica da Caixa Já!
Convocação imediata dos concursados!
                                                                              Não à privatização!           
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário