Translate

segunda-feira, 11 de março de 2013

Eike Batista negocia com fundo de pensão da Caixa, diz Veja

Depois de fechar acordo com André Esteves, do BTG Pactual, Eike Batista estaria negociando um aporte de capital com o Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa
Oscar Cabral/Veja
 
Depois de ver sua fortuna despencar, Eike Batista busca a recuperação
São Paulo – Eike Batista está negociando um aporte de capital com o Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa, noticia a revista Veja desta semana. O dinheiro seria destinada à empresa imobiliária do grupo EBX, a REX, e usado para bancar as obras do hotel Glória, no Rio de Janeiro
Eike foi notícia, nesta semana, por ter fechado um acordo com André Esteves, do grupo BTG Pactual. O acordo prevê a formação de um comitê de gestão estratégica e financeira para suas empresas de capital aberto.
 
A EBX disse que o acordo inclui investimentos futuros em projetos. Segundo relatos, o BTG abriu uma linha de crédito de US$ 1 bilhão para a EBX como parte do acordo. Um dos objetivos é restaurar a credibilidade das empresas de Eike, que sofreram forte desvalorização nos últimos meses.
 
A queda fez o patrimônio de Eike encolher de 30 para 10,6 bilhões de dólares em um ano. Como resultado, ele caiu da sétima para a centésima posição no ranking dos bilionários da revista Forbes. Foi quem mais perdeu dinheiro entre os bilionários listados.
 
Ao menos num primeiro momento, o acordo com André Esteves surtiu efeito. As ações das empresas do grupo EBX que têm capital aberto subiram após a divulgação da notícia.

Um comentário:

  1. Estão querendo quebrar aquilo que os sofridos funcionários da CEF podem contar para ter uma aposentadoria digna.

    ResponderExcluir